Fiscalização Municipal realiza ação preventiva de rotina com apoio da Brigada Militar e Polícia Civil

Ass. Imp. Pref. Geral Polícia Política São Sepé

O Município, por meio da Fiscalização Municipal realizou neste sábado, 10, procedimento de fiscalização de rotina, contando com o apoio da Brigada Militar e Polícia Civil, com a circulação e entrada em vários estabelecimentos das categorias “bar e restaurantes”.

Quanto às Distribuidoras de Bebidas, a fiscalização ocorre com relação ao cumprimento de horário e o Decreto Municipal estabelece que o limite de funcionamento é até às 20h.

Diante de qualquer descumprimento por qualquer estabelecimento com relação ao horários permitidos, as autoridades estão não só autorizadas como obrigadas a realizar o fechamento.

Quanto a um dos estabelecimentos de distribuição de bebidas, a Fiscalização recebeu denúncia, ainda pela manhã de sábado, de um anúncio promovido pela Distribuidora de Bebidas, de realização de evento na via pública, com horário marcado após o horário permitido para funcionamento e com a distribuição de bebidas também na via pública, fazendo o incentivo à aglomerações no local, o que está proibido tanto pelo Decreto do Estado, do Município quanto pelos protocolos sanitários.

A Fiscalização ainda alertou, por meio de Comunicação formal entregue na tarde de sábado, que aquele tipo de evento não teria autorização para ocorrer. Com isso, o fechamento do estabelecimento que promoveu o anúncio se deu pela recusa do proprietário em cumprir com o horário das 20h, estabelecido em Decreto.

Todos os estabelecimentos como, bares, restaurantes e distribuidoras de bebidas estão autorizados a funcionarem, mas todos estes têm protocolos a seguir, como horário e limite de público.

O recebimento de clientes dentro de estabelecimentos comerciais como “bares e restaurantes” não pode se confundir com aglomerações sem controle nas ruas ou concentradas em frente a esses locais.

A Administração Municipal, por meio da Fiscalização e juntamente com a Brigada Militar e Polícia Civil têm o dever de atuar para que os protocolos sejam cumpridos, não existindo qualquer ilegalidade ou perseguição no cumprimento da obrigação que todos os agentes públicos têm.

Informações: A.I. Prefeitura Municipal de São Sepé

 223 Visualizações,  1 Hoje

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *