Regulamentação de serviços essenciais na pandemia tramita na Câmara

Ass. Imp. Câmara Coronavírus Destaque Esportes Geral Política

A Câmara de Vereadores analisa três projetos de lei que buscam regulamentar como essenciais os profissionais de atividades físicas, da segurança pública e os cultos e missas nos templos religiosos no município, durante a pandemia. A primeira delas apresentada em plenário foi feita pelo vereador Matheus Leão (PDT) que atendendo a um pedido do setor, protocolou um projeto que reconhece como essencial o funcionamento de academias e serviços prestados por profissionais da educação física. O mesmo projeto foi aprovado no mês passado na Assembleia do Estado e também em mais 21 cidades. São Sepé conta hoje com 32 profissionais registrados. A matéria deve ir à votação na próxima sessão ordinária.

O vereador Renato Rosso (PP) seguindo a mesma linha, protocolou projeto de lei que reconhece as atividades da área de segurança pública praticadas por agentes civis e militares em São Sepé como essenciais para a população. A matéria também já foi aprovada em outras cidades do estado. O projeto tramita em segunda discussão na Câmara.

Por último, o vereador Gilvane Moreira (PP) apresentou na última sessão ordinária, na terça-feira, 06, uma proposição que estabelece as igrejas e templos religiosos de qualquer culto e comunidades missionárias como atividade essencial. A matéria seguirá para a primeira discussão na próxima reunião plenária.

Câmara de Vereadores de São Sepé

Mateus Friedrich Barreto/Jornalista
MTB/MT: 
0002019

 82 Visualizações,  2 Hoje

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *