Ministro Paulo Pimenta recebe autoridades do Rio Grande do Sul, em Brasília, para tratar da estiagem no estado

Brasil Geral Política

A estiagem que afeta o Rio Grande do Sul foi pauta da agenda entre o ministro da Secretaria de Comunicação do governo, Paulo Pimenta, e representantes da Defesa Civil e do governo do estado nesta segunda-feira (6). Dos 497 municípios do estado, 237 declararam situação de emergência e 125 já foram homologados pelo Governo Federal. A estiagem é um dos impactos do fenômeno La Niña, que aumenta as temperaturas e reduz as chuvas, e o impacto nas lavouras já chega a 70% de prejuízo, com perda de R$ 6 bilhões na safra de verão, de acordo com o governo do estado do Rio Grande do Sul.

“O assunto ganhou um volume enorme e esta semana faço questão de que chegue ao presidente Lula. A gravidade do momento pede uma ação de governo federal”, ressaltou o ministro Paulo Pimenta. As autoridades mostraram um mapa com as áreas mais atingidas do estado e enfatizaram a situação emergencial dos povos indígenas da região. Outra preocupação é o desabastecimento e o racionamento, que já ocorre em alguns dos municípios mais afetados na região central do estado.

A pauta chegou ao ministro por meio do secretário de Assistência Social do estado, Beto Fantinel, do secretário de Desenvolvimento Regional, Ronaldo Santini, do chefe da Casa Militar e coordenador da Defesa Civil, Cel. Luciano Chaves Boeira, e do subchefe da Defesa Civil, Cel. Marcus Vinícius Gonçalves Oliveira.

Foto: Lucas Leffa/Secom

Cel. Boeira sugeriu que fosse encaminhado um ofício ao governo pedindo para incluir o Rio Grande do Sul na Portaria Interministerial nº1/2012, que já beneficia os estados do nordeste atingidos pela seca. “Vamos encaminhar uma demanda para inserir o Rio Grande do Sul na portaria que beneficiaria o estado com carros-pipa, construção de cisternas e outras ferramentas para combater a estiagem”.
 

COMPROMISSO — O Ministro Pimenta se comprometeu a organizar uma série de agendas com o Governo Federal nas questões relacionadas à seca no Rio Grande do Sul, assim como outros assuntos, como a situação das comunidades indígenas que necessitam de apoio emergencial por estarem com falta de água, de alimentos, de médicos e de estrutura.
 

“Com esse apoio do ministro vamos conseguir aliviar as consequências da estiagem no estado”, declarou o secretário de Assistência Social do Estado do Rio Grande do Sul, Beto Fantinel.

Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
 

Você conhece a Agência Brasil da EBC? Lá você encontra as últimas notícias do Brasil e do mundo, além de informações sobre políticas públicas e serviços prestados pelo Governo Federal. A Agência Brasil mantém o foco no cidadão e prima pela precisão e clareza das informações que transmite, optando sempre pelas fontes primárias. Por se tratar de uma agência pública, o conteúdo por ela disponibilizado pode ser utilizado, gratuitamente, por outras agências, TVs e rádios do Brasil e do mundo, inclusive por você! Acesse aqui a Agência Brasil.

 358 Visualizações,  1 Hoje

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *