HOMICÍDIO DOLOSO, QUALIFICADO POR TORTURA EM FORMIGUEIRO

Destaque Formigueiro Geral Polícia

Na noite de sexta para sábado,09/02, por volta da meia noite e quarenta minutos, a Brigada Militar foi informada sobre a possível morte de uma mulher que estaria fazendo parte de um “ritual religioso”, no cemitério localizado na Colônia Antão Faria.

Durante o deslocamento até a localidade a guarnição se deparou um veículo que deslocava em sentido contrário. Abordado o veículo, constataram que em seu interior estava sendo conduzido a vítima já sem vida para o hospital, a guarnição acompanhou o veículo e no hospital foi confirmado o óbito pelo médico de plantão.

Segundo foi apurado, o marido e o filho da vítima procuraram os “Pais de Santo” para fazer um ritual por que, segundo eles, a vítima sofria há mais de 20 anos com duas “entidades” que incorporavam em seu corpo.

No ritual a vítima teria sido torturada, sendo agredida fisicamente com socos, tapas, pisões na cabeça, golpeada com varas verdes em diversas partes do seu corpo, tendo sua cabeça lançada contra o solo por diversas vezes e que por fim, foi levada e amarrada em uma cruz no cemitério daquela localidade.

A Brigada Militar deu voz de prisão aos quatro “Pais de Santo”, três homens e uma mulher, por homicídio doloso qualificado (tortura com resultado morte) e os apresentou na Delegacia de Polícia de Formigueiro, onde foi lavrado o Auto de Prisão em Flagrante.

Também foram apresentados na Delegacia o marido e o filho da vítima.

BRIGADA MILITAR – 2° Pel São Sepé

 737 Visualizações,  10 Hoje

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *